A originalidade dos cultos Nagô de Pernambuco se perpetua através da tradição oral

A originalidade dos cultos Nagô de Pernambuco se perpetua através da tradição oral

Cidadania

Thalisson Luiz, Nagô de Pernambuco

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

“Eu sou de Xangô, Ogum e Oxum”, assim se define Thalisson Luiz, Nagô de Pernambuco. O menino faz parte de uma religião de matriz africana.

Por causa do racismo, Thalisson acaba na linha de frente de uma série de episódios de preconceito e de discriminação por sua religião, mesmo sendo criança.

Por causa desta intolerância religiosa, ele teve que trocar de escola duas vezes. Sofreu bullying e agressão física.

Mesmo assim, Thalisson mostra a diversidade, a história e a beleza do culto aos Orixás.