Procon de SP notifica aplicativos por causa de morte de entregador
São Paulo

Procon de SP notifica aplicativos por causa de morte de entregador

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Procon notificou os aplicativos de transporte Rappi e Uber sobre a morte do entregador Thiago de Jesus Dias, de 33 anos.

Thiago prestava serviços à Rappi e passou mal durante o trabalho, na Zona Oeste de São Paulo. Um motorista da Uber foi chamado, mas negou socorro.

Agora, as empresas têm 72 horas para responder a notificação. O Procon quer saber detalhes sobre as condições de trabalho e se o motorista que não quis prestar socorro já foi identificado.

A Rappi disse que lamenta a morte do entregador e que está à disposição das autoridades para esclarecer o caso.

A produção do SP1 entrou em contato com a Uber, mas a empresa ainda não se pronunciou.