Meio-ambiente

Polícia investiga causas da crise hídrica no RJ

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

A Policia vai ouvir funcionários da Cedae, a Companhia Estadual de Águas e Esgoto do Rio de Janeiro para tentar desvendar as causas da crise hídrica no estado.

 

Na quinta-feira, agentes estiveram na estação de tratamento do Guandu onde foi detectada a presença da geosmina, liberada por microalgas, o que vem provocanco cor, cheiro e gosto na água consumidada pela população fluminense há mais de duas semanas.


As investigações buscam saber se houve alguma responsabilidade de empregados ou de outras pessoas na água que está sendo distribuída.


Também na quinta, a Cedae informou que já recebeu um estoque de carvão ativado para fazer o tratamento da água . No entanto não disse quando vai iniciar este tratamento.