Geral

Polícia Civil do Rio busca em Jacarepaguá arma que teria matado Marielle

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

Agentes da Polícia Civil do Rio de Janeiro e integrantes do Ministério Público (MP) inspecionaram, nesta quarta-feira (12), as cisternas de um condomínio em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, região conhecida pela forte presença de milicianos.

 

Segundo os agentes, o objetivo era checar informações sobre a possível localização da arma, usada na morte da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes.

 

De acordo com os policiais, 27 cisternas foram inspecionadas por mergulhadores, mas a arma não foi encontrada.

 

Os agentes apreenderam munições e um carregador de pistola durante a operação. Um carro de luxo foi levado para verificação e perícia.

 

Marielle e Anderson foram mortos em março de 2018, em uma emboscada no centro do Rio.

 

Duas pessoas estão presas pelo crime: os ex-policiais militares Élcio Queiroz e Ronnie Lessa.