O dia da colheita chegou! Técnico que aprovou Marcinho no Botafogo festeja convocação
botafogo

O dia da colheita chegou! Técnico que aprovou Marcinho no Botafogo festeja convocação

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

"Marcinho está colhendo tudo o que ele semeou". A declaração é de Anthoni Santoro, técnico que aprovou a chegada do lateral-direito ao Botafogo em 2012, à época ainda atacante. A colheita rendeu nesta sexta-feira para o jogador de 23 anos, convocado pela primeira vez para a seleção brasileira.

Ele substituirá o lesionado Danilo nos amistosos do Brasil contra Senegal e Nigéria, nos dias 10 e 13 de outubro, respectivamente.

Tite já havia elogiado o atleta do Botafogo em agosto do ano passado. Ser citado pelo técnico da Seleção motivou ainda mais Marcinho, que, depois de um primeiro semestre ruim, voltou a se destacar após a Copa América. Nos últimos jogos, chegou a ser utilizado por Eduardo Barroca na ponta direita.

O ex-treinador do lateral no juvenil vê a convocação como resultado da dedicação de Marcinho. Anthoni treinou o jovem por cerca de um ano, e os dois conquistaram juntos o Torneio Guilherme Embry de 2012, título que encerrou um jejum de 13 anos do Botafogo sem conquistas estaduais na categoria juvenil.

- Marcinho tinha sido liberado do Flamengo, ele chega ao Botafogo, eu estava treinador do juvenil e o aprovei. Um jogador de muita velocidade, capacidade irrestrita para drible e improviso, que adorava a bola. Tinha muita capacidade na relação com a bola, parece que fazia malabares. Ganhamos o Guilherme Embry, e ele era atacante desse time.

Anthony trabalhou também com Eduardo Barroca quando o atual comandante do time profissional ainda treinava o sub-20. Acompanhou a evolução de Marcinho. Repete os elogios à sua capacidade técnica e vai além: cita a inteligência do jovem no que se refere à leitura de jogo.

- Um jogador técnico, veloz, driblador, nesse terço final ele era muito bom. Um menino com uma boa formação educacional, de ótima cognição, o que é um facilitador. É um assimilador. Um garoto 100%, merecedor do que acontece com ele. Quem faz crítica não sabe que ele foi atacante por muito tempo. Natural que o poderio ofensivo seja maior. Que bom que o Tite o observou. Tem o talento de um jogador brasileiro e é um facilitador também ele poder jogar em mais posições.

"O que eu falaria para o Marcinho é que ele está colhendo tudo o que ele semeou. Seja como atacante ou lateral, uma hora a colheita chega e chegou para ele. É merecimento. Ele tem os valores que todo treinador quer para um jogador".

Antes de chegar ao dia que Marcinho resume como o mais feliz de sua vida, o jogador conviveu com mudanças e críticas na carreira. Até chegar ao sub-20 do Botafogo, em 2014, o atleta era ponta, posição na qual atuava desde os tempos de Flamengo. Aconselhado pelo treinador Mauricio Souza, aceitou treinar na lateral, uma carência do time naquele momento. Topar o novo desafio o fez chegar à seleção brasileira.

- Ele foi liberado pelo Flamengo e ficou bastante chateado. Não é fácil você se recompor e ser aprovado em um outro clube grande. Com o alto poder de resiliência, de lidar com a adversidade, ele soube dar a volta por cima. Sempre dedicado, pontual, com alto nível de cognição, fora questões de técnica, o fez merecer, colher o que ele plantou. Fico feliz por tê-lo aprovado e, a médio prazo, vê-lo chegar na seleção brasileira.

"É uma emoção muito grande, é um sonho realizado, é o dia mais feliz da minha vida", resumiu Marcinho após a convocação. A felicidade é compartilhada por pessoas com quem o jovem conviveu e trabalhou ao longo da carreira, que, como lembra Anthoni, está apenas começando.

- Merecimento é a palavra. Tite deve ter observado muita coisa do jogo dele, principalmente o poderio ofensivo. Um jogador novo, de técnica muito grande, tem entendimento do jogo, e tem um elástico - tempo pra melhorar muita coisa. Só tem o que crescer.

TUA ESTRELA SOLITÁRIA NOS CONDUZ... FAÇA PARTE: CLIQUE AQUI!