Moro diz que pretende ampliar contratações de policiais rodoviários federais
Concursos e Emprego

Moro diz que pretende ampliar contratações de policiais rodoviários federais

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, disse nesta quinta-feira (2) que a pasta pretende ampliar a contratação de policiais rodoviários federais. Entretanto, ele condicionou a medida a conversas com o Ministério da Economia e disse ser "prematuro" afirmar que o pedido será acolhido.

Um concurso que está em andamento prevê a contratação de 500 novos policiais rodoviários federais. Segundo Moro, a ideia é ampliar esse número, assim como ocorreu com um concurso para a Polícia Federal (PF).

Recentemente, foi anunciada a convocação de excedentes de um concurso para a PF que também previa a contratação de 500 profissionais. Segundo o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, serão contratados mil policiais.

"Estamos em uma crise fiscal, os recursos são limitados e temos que conversar bem com o Ministério da Economia. Dentro daquela perspectiva da fundamentalidade da segurança pública, certamente imagino que haverá bons olhos para essa nova pretensão, mas ainda é prematuro qualquer afirmação de que poderá ser acolhida", afirmou o ministro.

Moro deu a declaração nesta manhã durante apresentação de resultados da Operação Lábaro, conduzida pela Polícia Rodoviária Federal.

Operação Lábaro

A operação foi deflagrada em março nas rodovias federais de todo o país. A programação prevê o término da ação em dezembro. Segundo a PRF, o objetivo é ampliar o enfrentamento ao crime organizado e promover segurança pública nas rodovias federais e em áreas de interesse da União.

De acordo com dados divulgados pelo órgão, desde o início da operação até 28 de abril foram apreendidos 18,37 toneladas de maconha, 2,11 toneladas de cocaína, 10,7 milhões de maços de cigarro, além de 155 armas de fogo e 10.035 munições.

Conforme a PRF, os 500 policiais envolvidos na operação distribuídos nas cinco regiões do Brasil fiscalizaram mais de 650 mil veículos e cerca de 598 mil pessoas neste período.

Excludente de ilicitude para ruralistas

Nesta segunda-feira, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que irá apresentar um projeto para isentar de punição o proprietário rural que atirar em invasor.

Questionado sobre o assunto, Sergio Moro afirmou que é "prematuro discutir essas questões sem que nós tenhamos políticas públicas absolutamente delimitadas”.

“Existe politicas públicas que são formuladas dentro do governo com interação das diversas pastas envolvidas dos ministérios da justiça e segurança pública quando há pertinência temática. E essas políticas públicas são gestionadas, discutidas, há idas e vindas, há avanços e recuos, então é prematuro discutir essas questões sem que nós tenhamos políticas públicas absolutamente delimitadas”, afirmou.