Iron Maiden se apresenta em Porto Alegre e vocalista fala sobre a cerveja brasileira da banda: 'gosto é fabuloso'
Música no Rio Grande do Sul

Iron Maiden se apresenta em Porto Alegre e vocalista fala sobre a cerveja brasileira da banda: 'gosto é fabuloso'

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Iron Maiden trouxe o show da turnê Legacy of the Beast à Porto Alegre nesta quarta-feira (9), com mais de 40 mil pessoas na plateia da Arena do Grêmio para assistir à terceira passagem da banda pela Capital. Desde a madrugada, os fãs já esperavam a abertura dos portões na frente do estádio.

Depois de tocar para 100 mil pessoas no Rock in Rio, e 60 mil pessoas em São Paulo, o vocalista Bruce Dickinson diz que o público da América Latina é um dos mais fiéis. "Já tocamos para 380 mil pessoas [na turnê pelo continente]. Mais dois shows e será meio milhão de pessoas", impressiona-se o cantor, em entrevista à RBS TV, antes de entrar no palco.

"O público aqui, não só do Brasil, mas especialmente o Brasil, é incrível, são os melhores do mundo. Eu evito dizer isso, porque acho que as pessoas vão ficar com ciúmes, mas é verdade", afirma.

Além dos shows, Bruce trouxe uma novidade nesta passagem pelo Brasil: uma cerveja com a marca Trooper, que o vocalista já produz na Inglaterra e agora ganha uma versão IPA, fabricada por uma cervejaria de Curitiba, no Paraná.

"Grandes cervejarias compram um rótulo e fabricam as cervejas em diversas partes do mundo. Mas o gosto não é o mesmo", explica ele. A Trooper IPA, explica o vocalista, tem na receita ingredientes locais.

"Coisas que os europeus não pensariam, como manga, cacau. A casca do cacau tem mais cafeína que o café! E tem compostos químicos ótimos, como o theobramine. Eu disse para os caras [que produzem a bebida] 'essa cerveja pode te deixar mais esperto?'. Eles disseram 'sim, desde que você não beba muito", conta, aos risos.

Mas Bruce afirma que a Trooper IPA não é só para fãs do Iron Maiden. "Queremos que seja popular, temos muito orgulho. É um gosto muito diferente para uma cerveja europeia", afirma.

"O gosto é fabuloso. Eu tomaria ela agora mesmo, mas preciso ir para o palco daqui a pouco e eu corro por estruturas muito altas. Se cair, posso me machucar. Mas depois vou tomar", diverte-se.