Guedes quase atrapalha quórum da CCJ ao se reunir com senadores na hora da votação da Previdência
Blog do Gerson Camarotti

Guedes quase atrapalha quórum da CCJ ao se reunir com senadores na hora da votação da Previdência

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

Por pouco o ministro Paulo Guedes, da Economia, não atrapalhou, sem querer, a votação nesta terça-feira (1º) da reforma da Previdência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado.

Isso porque Guedes, um dos maiores defensores da proposta, estava reunido com alguns senadores da CCJ na hora da votação.

Ao perceber o quórum baixo, a presidente da CCJ, Simone Tebet (MDB-MS), falou sobre a situação com o senador Jorginho Mello (PL-SC). Ele informou Tebet que os senadores ausentes estavam em uma audiência com o ministro.

Tebet fez um alerta: "Neste momento, mais importante é o Guedes liberar os senadores para votar imediatamente, porque corre o risco de não ter quórum suficiente. Dessa forma, o Guedes está atrapalhando a reforma", disse a senadora.

Imediatamente, os senadores foram liberados do encontro com o Guedes e retornaram para CCJ.

Eles afirmaram que imaginavam que a votação ocorreria um pouco mais tarde e que daria tempo de concluírem a audiência com o ministro.

Na CCJ, a reforma da Previdência foi aprovada por 19 votos a 7. O texto deve ser analisado no plenário do Senado ainda nesta terça.