Garoto do Ninho x Menino da Vila: Jorge e Gabigol invertem papéis no duelo entre Flamengo e Santos
brasileirão série a

Garoto do Ninho x Menino da Vila: Jorge e Gabigol invertem papéis no duelo entre Flamengo e Santos

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A "final" do primeiro turno do Campeonato Brasileiro entre Flamengo e Santos, neste sábado, às 17h (de Brasília), no Maracanã, trará no pacote de um grande clássico entre gigantes do futebol brasileiro um dia inédito para dois jogadores: o lateral-esquerdo Jorge e o atacante Gabigol.

Jorge, Garoto do Ninho que hoje defende o Santos, e Gabigol, Menino da Vila e atualmente goleador do Flamengo, inverteram papéis e, pela primeira vez na carreira, enfrentarão seus clubes formadores.

+ Leia mais notícias do Flamengo
+ Leia mais notícias do Santos

Gabigol foi considerado uma joia da Vila desde muito cedo, quando tinha 14 anos. A estreia profissional foi com apenas 16 anos, no dia em que Neymar fazia sua despedida do Peixe. O adversário era justamente o Flamengo, em um estádio Mané Garrincha lotado. O sucesso fez a Inter de Milão o contratar em 2016, por quase R$ 100 milhões, mas o período na Europa, com direito a um a um empréstimo ao Benfica, não foi como ele esperava.

O atacante voltou para sua casa, a Vila Belmiro, em 2018, já com status de estrela. Teve um ótimo início, passou por um período de baixa, mas terminou o ano como o destaque do Peixe. No geral, foi uma temporada muito positiva. Ele marcou 27 gols e foi artilheiro tanto do Brasileirão quanto da Copa do Brasil. Foi a primeira vez que um atleta conseguiu este feito no futebol brasileiro.

Assim como Gabigol no Santos, Jorge fez toda sua base no Flamengo, chegou ao clube ainda quando criança e passou por todas as categorias.

Quando tinha 19 anos, em 2015, o lateral assumiu a titularidade da equipe principal do Rubro-Negro, que vivia um momento conturbado, e despontou rapidamente. Em 2016, inclusive, foi considerado o melhor lateral-esquerdo do Brasileirão.

Jorge foi titular absoluto do Flamengo até 2017, quando foi contratado pelo Monaco, que pagou 8,5 milhões de euros (cerca de R$ 28,8 milhões, na época).

Agora em lados opostos, tanto Jorge quanto Gabigol vivem momentos especiais na carreira e têm sido fundamentais para Santos e Flamengo, respectivamente, nesta temporada.

Gabigol se encaixou muito bem no time do Flamengo e se identificou com o clube. Parece um Garoto do Ninho. Já são 29 gols (sua melhor marca em uma temporada) em 39 jogos e papel de protagonista na luta pelos títulos da Libertadores e Brasileiro.

– Na época da Inter de Milão, me perguntaram qual clube eu gostaria de jogar, e eu disse o Flamengo, sem ser o Santos. Não imaginava que seria tão cedo. Claro que agora estão um pouco bravos comigo (santistas), mas creio que deixei saudade. Acho que se o ano acabasse agora, eu também deixaria saudade no Flamengo – disse em entrevista recente ao GloboEsporte.com.

Jorge foi uma das contratações mais badaladas do Santos neste ano. Ele chegou ao clube emprestado pelo Monaco, da França, após passagem com poucas oportunidades no Porto, de Portugal. Seu principal objetivo no retorno ao Brasil era voltar a ser convocado para a seleção brasileira, o que já conseguiu cumprir.

Em pouquíssimo tempo, Jorge tomou conta da lateral esquerda do Santos e virou titular absoluto do técnico e xará Jorge Sampaoli. São 20 jogos pelo Peixe no ano (18 como titular), com dois gols e três assistências.

O contrato de Gabigol com o Flamengo termina em dezembro deste ano, e a diretoria rubro-negra tem como prioridade a tentativa de contratação em definitivo. Com ele em alta e cotado para seleção brasileira, não será uma tarefa fácil.

A situação de Jorge é semelhante. O lateral está emprestado pelo Monaco até o fim deste ano, com opção de compra. O valor não foi divulgado, mas sabe-se que, se o Santos quiser mantê-lo, terá de investir alto. Recentemente, ele recusou duas propostas para voltar à Europa após conversar com Sampaoli, com quem se dá muito bem no Santos.

O jogo deste sábado vale o simbólico título do primeiro turno do Brasileirão. O Flamengo lidera a competição, com 39 pontos, dois a mais que o Santos, o segundo colocado.

+ Veja a tabela do Brasileirão