Justiça

Ex-senador Luiz Otávio Campos é preso na Lava Jato

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

O ex-senador Luiz Otávio Campos (MDB) foi preso quinta-feira (09), pela Polícia Federal, no Pará, durante a Operação Fora do Caixa, desdobramento da Lava Jato. Ele é suspeito de intermediar o recebimento de R$ 1,5 milhão em propina da construtora Odebrecht para o atual governador do estado, Helder Barbalho, também do MDB, em 2014.

 

Na época, Barbalho era candidato ao governo.

 

Além do ex-parlamentar, uma pessoa ligada a Odebrecht em Tocantins foi presa. Os mandados cumpridos somam oito distribuídos no Pará, em Tocantins e no Distrito Federal, todos expedidos pela Justiça Eleitoral. Já os pedidos de busca e apreensão em endereços ligados a Hélder Barbalho foram negados.

 

As investigações que resultaram na operação de desta quinta-feira tiveram início após a colaboração premiada de executivos da Odebrecht. Segundo os depoimentos foram realizadas três entregas ao ex-senador Luiz Otávio Campos, nos valores de R$ 500 cada, entre setembro e outubro de 2014.

 

Ele seria o intermediário do verdadeiro destinatário Hélder Barbalho.

 

Em nota, o Governo do Pará informou que Barbalho não é alvo da ação.

 

Os crimes investigados pela Polícia Federal são de falsidade ideológica eleitoral, formação de quadrilha e lavagem de dinheiro.