Justiça

Ex-deputado Eduardo Cunha deixa presídio no Rio para se submeter a uma cirurgia

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha deixou a prisão na última quarta-feira (18) para ser submetido a uma cirurgia.

 

Segundo a Secretaria Estadual de Administração Penitenciária, Cunha, que cumpre pena no complexo penitenciário de Gericinó, em Bangu, na zona oeste do Rio, recebeu uma autorização da Justiça para sair da cadeia.

 

Cunha foi encaminhado ao hospital assim que deixou a prisão. A unidade de saúde não quis dar informações sobre a situação médica do ex-deputado.

 

O ex-parlamentar foi preso, em 2016, na Operação Lava Jato, por corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas e  condenado a mais de 14 anos de prisão. Ele ficou até 2019 em Curitiba, quando foi transferido para Bangu 8.

 

Outro que deixou a cadeia temporariamente esta semana foi o ex-presidente da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) Paulo Melo.

 

De acordo com o Tribunal de Justiça, ele foi autorizado a cumprir seu regime semiaberto inteiramente em prisão domiciliar, sem necessidade de retornar ao presídio enquanto houver a pandemia do novo coronavírus, conforme decisão da Vara de Execuções Penais.

 

Melo foi preso, em 2017, na Operação Cadeia Velha, e condenado por envolvimento em um esquema de corrupção com empresas de ônibus.