Cuidadora voluntária na casa da dona Denise Landell

Cuidadora voluntária na casa da dona Denise Landell

Cidadania

Cuidadoras

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

Já pensou em como é a vida e como está a saúde daqueles que cuidam dos pais idosos, dos filhos que estão doentes ou de quem tem alguma deficiência? Esta edição do Caminhos da Reportagem retrata a importância do trabalho das pessoas que se dedicam a cuidar de alguém. 

No mundo inteiro, o cuidado ainda tem rosto de mulher, já que 75% das pessoas que cuidam são meninas ou mulheres. A pesquisa Tempo de Cuidar, publicada pela Oxfam, mostrou que 42% delas têm dificuldade de encontrar trabalho porque se encarregam de alguém da família. 

Com o envelhecimento da população e a redução do tamanho das famílias, a questão do cuidado também traz um impacto econômico. Se as cuidadoras informais fossem remuneradas, esse mercado poderia movimentar três vezes mais dinheiro do que a indústria de tecnologia, ainda de acordo com a pesquisa. O aumento da demanda também faz crescer a procura por cuidadores profissionais. No Brasil, por exemplo, essa é a profissão que mais cresce. Nos últimos dez anos, o número de cuidadores profissionais aumentou 547%.