Pfizer Covid vacina para Crianças
© Reuters/Eric Seals/Direitos reservados
Saúde

Covid-19: Rio inicia hoje vacinação de crianças

Postos de imunização funcionam em escolas e espaços culturais


Publicado em 17 de Janeiro de 2022 às 08:46 Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro (Ver Fonte)

A prefeitura do Rio de Janeiro inicia hoje (17) a vacinação de crianças de 5 a 11 anos contra a covid-19. As primeiras doses infantis foram distribuídas pelo Ministério da Saúde na semana passada e as primeiras a receberem a imunização na cidade serão meninas de 11 anos, que têm o dia de hoje reservado no cronograma.

Amanhã será a vez dos meninos de 11 anos e na quarta-feira haverá a repescagem para ambos os sexos dessa idade. O calendário segue escalonado da mesma forma, em idade decrescente, até o dia 9 de fevereiro, se as entregas das doses forem mantidas conforme o anunciado pelo governo federal.

Além das mais de 230 unidades básicas de saúde do Rio, escolas municipais e espaços culturais também funcionarão como postos de aplicação das doses. 

Atenderão exclusivamente crianças de 5 a 11 anos o Museu do Amanhã (Praça Mauá), a Escola Municipal Paraíba (Anchieta), o Ciep Papa João XXIII (Santa Cruz), o Ciep Henfil (Caju), a Lona Cultural João Bosco (Vista Alegre) e o Shopping do Méier.

Apenas para a aplicação da vacina em pessoas com 12 anos ou mais, foram montados postos no Theatro Municipal (centro), na Escola Municipal Aníbal Freire (Olaria), no Centro Cultural Imperator (Méier), no Ilha Plaza Shopping (Ilha do Governador), Bangu Shopping e Parque Shopping Sulacap.

Para todas as idades, estão funcionando postos de vacinação na Casa Firjan (Botafogo), Planetário da Gávea, Museu da República (Catete), Tijuca Tênis Clube, Cidade das Artes (Barra da Tijuca), Escola Municipal Dr. Cícero Pena (Copacabana), Escola Municipal Prudente de Moraes (Tijuca), Ciep Patrice Lumumba (Del Castilho), CE Central do Brasil (Méier), Ciep Raymunda Ottoni de Castro Maya (Campo Grande), Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no Madureira Shopping e no ParkShopping Campo Grande.

Ainda estão sendo aplicadas as primeira e segunda doses para quem não procurou os postos na data indicada, além da dose de reforço para os maiores de 18 anos que receberam a segunda dose há pelo menos quatro meses.

Os painéis da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) indicam que 99,9% da população da cidade a partir de 12 anos já receberam a primeira dose e 95,3% completaram o esquema com duas doses ou a dose única. A dose de reforço foi aplicada em 39% dos maiores de 18 anos. Na população total, os índices são de 87,7% com primeira dose, 81,6% com a segunda e 30,5% com o reforço.

Vacinação infantil

Para se vacinar, a criança deve estar acompanhada dos pais ou responsáveis e levar o cartão de vacina, se disponível, e um documento de identificação. Crianças com deficiência ou comorbidades têm prioridade e podem ser imunizadas a qualquer momento, independentemente da idade indicada no calendário regular.

A imunização será feita com a vacina pediátrica da Pfizer, a única autorizada até o momento para essa faixa etária. São necessárias duas doses de 0,2 ml, com intervalo de oito semanas entre elas. A vacinação contra a covid-19 já se mostrou segura e eficaz na prevenção do agravamento da doença, internações e óbitos. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, nas crianças a proteção alcança 90,7% uma semana após a segunda dose.

A Secretaria Municipal de Educação (SME) iniciou ação de incentivo à leitura. As crianças que forem se vacinar nas escolas receberão livro. Até o momento, já foram doados 20 mil livros por editoras e pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel).

A SME informa que o retorno das aulas nas escolas municipais está previsto para 7 de fevereiro, 100% presencial, seguindo os protocolos sanitários e com monitoramento e acompanhamento constante dos estudantes.

Edição: Kleber Sampaio