Camareira de hotel faz a higienização contra covid-19
© Divulgação/TV Brasil
Economia

Caixa e Ministério do Turismo oferecem R$ 1,2 bi em crédito para setor

Dinheiro ajudará empresas afetadas por pandemia


Publicado em 23 de Abril de 2021 às 18:30 Por Wellton Máximo - Repórter da Agência Brasil - Brasília (Ver Fonte)

Afetadas pelo agravamento da pandemia de covid-19, as empresas de turismo poderão recorrer a uma linha de crédito para financiar o capital de giro. A Caixa Econômica Federal e o Fundo Geral de Turismo, administrado pelo Ministério do Turismo, ofereceram R$ 1,2 bilhão em empréstimo para o setor.

Diferentemente da ajuda anterior para o turismo, que era restrita às médias e grandes empresas, a nova linha está aberta a micro e pequenas empresas, que faturam até R$ 4,8 milhões por ano. A Caixa também flexibilizou as garantias (bens que podem ser tomados em caso de inadimplência) a serem apresentadas pelos tomadores.

Com juros de 5% ao ano, mais a taxa Selic (juros básicos da economia, atualmente em 2,75% ao ano), a linha de crédito pode ser paga em até 60 meses (cinco anos). O empresário começará a pagar a primeira parcela depois de 12 meses de carência.

Para ter acesso às condições especiais da linha de crédito, as empresas devem ter mais de 12 meses de constituição e terem o certificado do Cadastur, cadastro de prestadores de serviço pelo Ministério do Turismo que garante acesso a financiamentos oficiais e apoio em eventos e feiras turísticas. O cadastro pode ser feito no endereço https://cadastur.turismo.gov.br

De posse do certificado, a empresa de turismo pode contratar a linha de crédito numa agência da Caixa ou entrar em contato com o banco por meio da página Caixa com Sua Empresa.

Edição: Claudia Felczak