Presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy
© Serviço de Imprensa da Presidência da Ucrânia/Divulgação via REUTERS/Direitos Reservados
Internacional

Zelenskiy diz que negociações com Rússia são difíceis

Presidente ucraniano acredita que há "avanços"


Publicado em 22 de Março de 2022 às 21:44 Por Reuters - Kyiv (Ucrânia) (Ver Fonte)

O presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy, disse na quarta-feira (22)  que as negociações por paz com a Rússia para encerrar a guerra que dura um mês são difíceis e às vezes conflituosas, mas acrescentou que “passo a passo, estamos avançando”.

Em um discurso por vídeo no início da manhã de quarta na Ucrânia, Zelenskiy também disse que 100 mil pessoas estão vivendo na cidade sitiada de Mariupol sob condições desumanas, sem comida, água ou remédios.

Embora negociadores de Rússia e Ucrânia estejam conversando regularmente, os dois lados dizem que um acordo está distante.

“Estamos continuando a trabalhar em níveis diferentes para encorajar a Rússia a se mover na direção da paz... Representantes da Ucrânia estão participando de conversas sendo realizadas virtualmente todos os dias. É muito difícil, às vezes conflituoso”, disse Zelenskiy. “Mas passo a passo, estamos avançando.”

Ele também acusou forças russas atacando Mariupol de atrapalhar tentativas de retirar civis da cidade.

“Até o momento, há cerca de 100 mil pessoas na cidade sob condições desumanas, completamente bloqueadas, sem comida, água, sem remédios, sujeitas a constante bombardeio”, disse.

*É proibida a reprodução deste conteúdo