Vinicius Junior tem estreia de Neymar como exemplo antes de primeiro Barcelona x Real Madrid

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Vinicius Junior tem Neymar como exemplo à procura de sua estreia perfeita. Estamos falando aqui obviamente do superclássico entre Barcelona e Real Madrid, o jogo de maior projeção mundial para o jovem atacante de 18 anos.

Os dois gigantes espanhóis se enfrentam nesta quarta-feira, às 18h (de Brasília), no Camp Nou, pela semifinal da Copa do Rei, com transmissão em Tempo Real do GloboEsporte.com

Seleção vai ao Superclássico para ver Vinicius Junior de perto pela 1ª vez no Real Madrid

Neymar, em 2013, fez o seu primeiro clássico no Campeonato Espanhol. E, dentre tantos brasileiros que passaram pelos clubes nas últimas décadas, foi quem mais chegou próximo do ideal, com gol e vitória.

Selecionamos outros nomes marcantes e relembramos como foram as suas estreias. Além de Neymar, apenas Ronaldo Fenômeno conseguiu balançar as redes em seu primeiro jogo – pelo Real. Entre vitórias e derrotas o saldo foi bastante equilibrado. Veja abaixo:

Ronaldinho: vitória

Muitos vão recordar do dia em que ele foi aplaudido do Santiago Bernabéu em 2005, mas sua estreia no Superclássico aconteceu no ano anterior, também em Madri e pelo Espanhol. O Barça venceu por 2 a 1, de virada, gols de Kluivert e Xavi. Solari, atual treinador merengue, marcou para os donos da casa.

Neymar: gol e vitória

O camisa 11 conseguiu marcar logo aos 18 minutos no Camp Nou ao aproveitar passe de Iniesta. Na etapa final ainda serviu Alexis Sánchez, que fez um lindo gol por cobertura. O gol de honra do Real Madrid nos acréscimos tampouco fez o brasileiro sair das manchetes. Ele foi o cara do jogo.

Ronaldo no Barcelona: derrota

Dezembro de 1996. Ronaldo fazia a sua temporada de ouro no Barça, mas passou em branco no Bernabéu pelo Espanhol – Suker e Mijatovic marcaram na vitória merengue por 2 a 0. O jogo também marcou as estreias de Roberto Carlos (Real Madrid) e Giovanni (Barcelona) no clássico.

Ronaldo no Real Madrid: gol e empate

Os galácticos foram campeões da temporada 2002/03 do Campeonato Espanhol e contaram com 23 gols de Ronaldo, vice-artilheiro. Um deles veio no empate por 1 a 1 no Bernabéu mostrando todo o seu faro apurado. Luis Enrique deixou tudo igual.

Romário: derrota

O Baixinho passou pouco tempo no Barça – e até fez estrago na história do clássico –, mas começou sua trajetória perdendo: 3 a 1 pela Supercopa de 1993. Alfonso Pérez, duas vezes, e Iván Zamorano marcaram para o Real após Stoichkov abrir o placar.

Kaká: derrota

O camisa 8 merengue viu Ibrahimovic se tornar o herói do clássico com o único gol da vitória catalã por 1 a 0 no Camp Nou. Cristiano Ronaldo também fez a sua estreia no mesmo jogo – o Barça de Guardiola seria campeão daquela temporada com apenas três pontos de vantagem para os merengues...

Rivaldo: vitória

Um brasileiro marcou naquela ocasião: Giovanni, de pênalti. Rivaldo, que viria a ser o melhor do mundo em 1999, teve boa participação na vitória do Barça por 2 a 1 pela Supercopa. Há até um vídeo no YouTube com lances seus somente naquela partida. O Real seria campeão por fazer 4 a 1 na volta.

Philippe Coutinho: empate

Poderia ter sido pior, uma vez que o Barcelona jogou todo o segundo tempo com um a menos (Sergi Roberto foi expulso). O camisa 14 foi o escolhido para sair no intervalo, quando o placar estava 1 a 1. Acabou 2 a 2: Suárez, Messi, Cristiano Ronaldo e Bale marcaram.

Robinho e Julio Baptista: derrota

Você conhece este jogo certamente graças a outro brasileiro. O Real Madrid foi derrotado por 3 a 0 no Santiago Bernabéu pela temporada 2005/06 do Espanhol com dois golaços de Ronaldinho. Robinho e Julio Baptista, que também estreava no clássico, viram tudo de camarote no time treinado por Vanderlei Luxemburgo.

Marcelo: vitória

Que noite, hein? O Real Madrid havia sido campeão espanhol na rodada anterior em 2007/08 e recebeu o tradicional corredor de aplausos dos catalães. Em campo, outro show: 4 a 1, com Marcelo em campo durante os 90 minutos. Raúl, Robben, Higuaín e Van Nistelrooy fizeram os gols merengues.

Casemiro: vitória

Conta porque ele pisou em campo. O Real Madrid foi campeão da Copa do Rei 2013/14 ao bater o Barcelona por 2 a 1 na decisão em Valência. Casemiro jogou os acréscimos para “fechar a casinha” depois do golaço de Bale. Di María e Bartra também marcaram naquela noite.

Arthur: vitória

Ou melhor: goleada. O volante brasileiro ficou em campo 84 minutos nos 5 a 1 pelo primeiro turno deste Espanhol. Messi, machucado, viu o hat-trick de Suárez com o filho no colo. Philippe Coutinho, Vidal e Marcelo foram os outros autores dos gols.