Vinicius Junior tem estreia de Neymar como exemplo antes de primeiro Barcelona x Real Madrid
futebol espanhol

Vinicius Junior tem estreia de Neymar como exemplo antes de primeiro Barcelona x Real Madrid

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

Vinicius Junior tem Neymar como exemplo à procura de sua estreia perfeita. Estamos falando aqui obviamente do superclássico entre Barcelona e Real Madrid, o jogo de maior projeção mundial para o jovem atacante de 18 anos.

Os dois gigantes espanhóis se enfrentam nesta quarta-feira, às 18h (de Brasília), no Camp Nou, pela semifinal da Copa do Rei, com transmissão em Tempo Real do GloboEsporte.com

Neymar, em 2013, fez o seu primeiro clássico no Campeonato Espanhol. E, dentre tantos brasileiros que passaram pelos clubes nas últimas décadas, foi quem mais chegou próximo do ideal, com gol e vitória.

Selecionamos outros nomes marcantes e relembramos como foram as suas estreias. Além de Neymar, apenas Ronaldo Fenômeno conseguiu balançar as redes em seu primeiro jogo – pelo Real. Entre vitórias e derrotas o saldo foi bastante equilibrado. Veja abaixo:

Ronaldinho: vitória

Muitos vão recordar do dia em que ele foi aplaudido do Santiago Bernabéu em 2005, mas sua estreia no Superclássico aconteceu no ano anterior, também em Madri e pelo Espanhol. O Barça venceu por 2 a 1, de virada, gols de Kluivert e Xavi. Solari, atual treinador merengue, marcou para os donos da casa.

Neymar: gol e vitória

O camisa 11 conseguiu marcar logo aos 18 minutos no Camp Nou ao aproveitar passe de Iniesta. Na etapa final ainda serviu Alexis Sánchez, que fez um lindo gol por cobertura. O gol de honra do Real Madrid nos acréscimos tampouco fez o brasileiro sair das manchetes. Ele foi o cara do jogo.

Ronaldo no Barcelona: derrota

Dezembro de 1996. Ronaldo fazia a sua temporada de ouro no Barça, mas passou em branco no Bernabéu pelo Espanhol – Suker e Mijatovic marcaram na vitória merengue por 2 a 0. O jogo também marcou as estreias de Roberto Carlos (Real Madrid) e Giovanni (Barcelona) no clássico.

Ronaldo no Real Madrid: gol e empate

Os galácticos foram campeões da temporada 2002/03 do Campeonato Espanhol e contaram com 23 gols de Ronaldo, vice-artilheiro. Um deles veio no empate por 1 a 1 no Bernabéu mostrando todo o seu faro apurado. Luis Enrique deixou tudo igual.

Romário: derrota

O Baixinho passou pouco tempo no Barça – e até fez estrago na história do clássico –, mas começou sua trajetória perdendo: 3 a 1 pela Supercopa de 1993. Alfonso Pérez, duas vezes, e Iván Zamorano marcaram para o Real após Stoichkov abrir o placar.

Kaká: derrota

O camisa 8 merengue viu Ibrahimovic se tornar o herói do clássico com o único gol da vitória catalã por 1 a 0 no Camp Nou. Cristiano Ronaldo também fez a sua estreia no mesmo jogo – o Barça de Guardiola seria campeão daquela temporada com apenas três pontos de vantagem para os merengues...

Rivaldo: vitória

Um brasileiro marcou naquela ocasião: Giovanni, de pênalti. Rivaldo, que viria a ser o melhor do mundo em 1999, teve boa participação na vitória do Barça por 2 a 1 pela Supercopa. Há até um vídeo no YouTube com lances seus somente naquela partida. O Real seria campeão por fazer 4 a 1 na volta.

Philippe Coutinho: empate

Poderia ter sido pior, uma vez que o Barcelona jogou todo o segundo tempo com um a menos (Sergi Roberto foi expulso). O camisa 14 foi o escolhido para sair no intervalo, quando o placar estava 1 a 1. Acabou 2 a 2: Suárez, Messi, Cristiano Ronaldo e Bale marcaram.

Robinho e Julio Baptista: derrota

Você conhece este jogo certamente graças a outro brasileiro. O Real Madrid foi derrotado por 3 a 0 no Santiago Bernabéu pela temporada 2005/06 do Espanhol com dois golaços de Ronaldinho. Robinho e Julio Baptista, que também estreava no clássico, viram tudo de camarote no time treinado por Vanderlei Luxemburgo.

Marcelo: vitória

Que noite, hein? O Real Madrid havia sido campeão espanhol na rodada anterior em 2007/08 e recebeu o tradicional corredor de aplausos dos catalães. Em campo, outro show: 4 a 1, com Marcelo em campo durante os 90 minutos. Raúl, Robben, Higuaín e Van Nistelrooy fizeram os gols merengues.

Casemiro: vitória

Conta porque ele pisou em campo. O Real Madrid foi campeão da Copa do Rei 2013/14 ao bater o Barcelona por 2 a 1 na decisão em Valência. Casemiro jogou os acréscimos para “fechar a casinha” depois do golaço de Bale. Di María e Bartra também marcaram naquela noite.

Arthur: vitória

Ou melhor: goleada. O volante brasileiro ficou em campo 84 minutos nos 5 a 1 pelo primeiro turno deste Espanhol. Messi, machucado, viu o hat-trick de Suárez com o filho no colo. Philippe Coutinho, Vidal e Marcelo foram os outros autores dos gols.