Sede do Ministério da Educação, em Brasília.
© Marcelo Camargo/Agência Brasil
Educação

Universidades federais têm até dezembro para adotar diploma digital

Prazo de emissão do documento deve cair de 90 para 15 dias


Publicado em 01 de Março de 2021 às 10:58 Por Karine Melo - Repórter da Agência Brasil - Brasília (Ver Fonte)

As 69 universidades federais e as 41 instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica do país terão até 31 de dezembro de 2021 para passar a emitir diplomas digitais. O prazo consta da Portaria n° 117/2021 do Ministério da Educação (MEC), publicada nesta segunda-feira (1) no Diário Oficial da União.

A versão digital do diploma universitário foi anunciada em 2019 e regulamentada em dezembro passado. A expectativa do MEC é de que o documento reduza a burocracia no processo de geração e emissão de diplomas e ajude a impedir fraudes e falsificações.

O tempo de emissão do documento também será menor, deve passar de 90 para 15 dias. O certificado digital deve beneficiar 8 milhões de estudantes. No Brasil as primeiras instituições a adotar esse formato foram a Universidade Federal da Paraíba e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Edição: Denise Griesinger