Rússia perde para Croácia em jogo pelas eliminatórias em novembro do ano passado
© ANTONIO BRONIC
Esportes

União de Futebol da Rússia retira recurso contra proibição da Fifa

Seleções ou clubes do país seguem suspensos de competições


Publicado em 05 de Abril de 2022 às 18:20 Por Shrivathsa Sridha* - Bengaluru (Índia) (Ver Fonte)

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) anunciou nesta terça-feira (5) que a União de Futebol da Rússia (FUR) retirou seu recurso contra a entidade que comanda o futebol mundial, a Fifa, e contra as associações de futebol da Polônia, Suécia, e República Tcheca. 

A Fifa e a confederação europeia Uefa decidiram que todos os times russos, sejam eles seleções ou clubes, seriam suspensos de participar em suas competições após a invasão da Ucrânia pela Rússia. 

A Rússia deveria sediar uma partida classificatória para a Copa do Mundo contra a Polônia no dia 24 de março, mas a Fifa anunciou que a Polônia seria classificada automaticamente para enfrentar a Suécia ou a República Tcheca na disputa pela vaga no mundial.

A corte mais alta do Esporte afirmou em nota que o procedimento seria encerrado em breve, acrescentando que um painel de árbitros estava sendo constituído, e que o calendário procedimental ainda não havia sido estabelecido.

A Rússia, que classifica suas ações na Ucrânia como "uma operação militar especial" também entrou com recursos buscando a anulação de suas proibições de participação em competições internacionais de ginástica, rugby, remo e patinação, afirmou a CAS. 

No mês passado, as esperanças russas de competir no Mundial de 2022 no Catar foram encerradas efetivamente quando a CAS rejeitou um pedido da federação russa para congelar a suspensão da Fifa enquanto o recurso era apreciado. 

Várias associações nacionais de futebol anunciaram que não jogarão contra a Rússia após a invasão da Ucrânia, incluindo as de Polônia, Suécia e República Tcheca.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.