SC tem 2 estabelecimentos habilitados a exportar produtos lácteos para China
Campo e Negócios

SC tem 2 estabelecimentos habilitados a exportar produtos lácteos para China

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

Santa Catarina tem dois estabelecimentos habilitados a exportar queijo, manteiga e leite condensado para a China. A abertura do mercado do país asiático para os produtos lácteos brasileiros foi anunciada nesta quarta-feira (24) pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Ao todo, a China habilitou 24 plantas brasileiras para exportação de produtos como leite em pó e queijos. Os estabelecimentos catarinenses autorizados são de São João do Oeste, no Oeste catarinense, e outro de Braço do Norte, no Sul do estado.

Segundo a Secretaria da Agricultura, da Pesca e do Desenvolvimento Rural, Santa Catarina é o quarto maior produtor de leite do país. Em 2017, a produção catarinense girou em torno de 3,4 bilhões de litros e o leite representa uma importante fonte de renda para mais de 100 mil agricultores.

Exportações

Segundo governo, o acordo estava estabelecido desde 2007, mas faltava a autorização do país asiático para que indústrias brasileiras pudessem acessar o mercado.

Com a habilitação dos estabelecimentos, a expectativa do setor no país é exportar US$ 4,5 milhões em queijos, estima a associação Viva Lácteos, que representa a cadeia produtiva.

Em 2018, os chineses importaram 108 mil toneladas de queijo de outros países, segundo a entidade. A importação do produto tem crescido a uma taxa média anual de 13% nos últimos cinco anos.

Veja mais notícias do estado no G1 SC