Sampaoli quer que vitória sobre o Palmeiras seja novo "ponto de partida" para o Santos
santos

Sampaoli quer que vitória sobre o Palmeiras seja novo "ponto de partida" para o Santos

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O técnico do Santos, Jorge Sampaoli, afirmou que a vitória por 2 a 0 sobre o Palmeiras, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pode ser o novo "ponto de partida" da equipe, que voltou à vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos, cinco atrás do Flamengo.

O argentino celebrou o desempenho do Santos e, apesar de ser o mais próximo dos rubro-negros, se esquivou ao comentar sobre as chances do time na disputa pelo título:

– Santos demostrou que pode ser competitivo jogando contra um time poderoso como o Palmeiras. Grupo merecia o triunfo depois de tanto trabalho e um ano difícil, de altos e baixos. Se aproveitarmos esse jogo como ponto de partida, nos dará muita força. Em novembro veremos por qual situação o Santos brigará na tabela. Não é considerável pensar agora pelo torneio – afirmou Sampaoli.

O treinador analisou a partida contra o Palmeiras:

– Buscamos o gol no primeiro tempo, tivemos chances, depois tivemos controle do jogo. Tínhamos a intenção de eliminar rivais desde o início. Eles se colocaram um pouco atrás e queríamos que eles saíssem. Pelo nosso controle, geramos descontrole neles, principalmente no segundo tempo. Não tivemos tantas chegadas, mas tivemos o mesmo controle – emendou o argentino.

+ Veja como foi Santos 2 x 0 Palmeiras

+ Leia mais notícias do Santos

Com a vitória no clássico, o Santos ultrapassou o Palmeiras na tabela e assumiu a vice-liderança do Brasileirão. Ambos têm 47 pontos, mas o Peixe leva vantagem por ter mais vitórias (14 a 13). O líder Flamengo tem 52 pontos e ainda entra em campo nesta quinta-feira, quando enfrenta o Atlético-MG, no Maracanã.

A próxima partida do Santos é neste domingo, às 16h (de Brasília), contra o Internacional, no Beira-Rio.

+ Veja a tabela do Brasileirão

Mais respostas de Sampaoli:

Suposto interesse do Lyon, da França

– Esses comentários pela imprensa não chegaram até mim. Tudo que me interessa hoje é trabalhar para esse grupo de jogadores e o dia a dia. Não penso adiante. Penso no Inter, Atlético-MG, Corinthians... Só podemos pensar no agora. Ajudar esse elenco a ser competitivo.

Escolha por Pará na lateral

– Do Pará é pelo desgaste grande do Victor Ferraz contra o Vasco, e pensamos em uma oportunidade para ele pela velocidade dos extremos do Palmeiras. Pará é marcador mais rígido em velocidade e imaginávamos perder o jogo por dentro do Ferraz pela agressividade do Pará pelo lado, com um extremo como Marinho de pé trocado.

Nível do futebol brasileiro

– Temos muitas datas adiante, Palmeiras teve. Nessa realidade atual, é coincidência passageira. São técnicos nacionais fortes. E eu cresço a cada partida aprendendo com o futebol brasileiro. É um aprendizado estar aqui, vim aprender, não provocar estranhamento. Os não nascidos aqui têm dificuldade e será muito difícil manter esse lugar, mas é pelo que eu vim e hoje estivemos bem depois de uma queda e temos que manter esse nível se todas as equipes não nos passem em um fim de semana.

– Torneio muito competitivo, equilibrado, com jogadores incríveis. Essa competição que estou pela primeira vez me fez ver de dentro como o mundo está cheio de brasileiros, seguem saindo jogadores de nível. Interpreto aqui como estabelecer jogo coletivo com jogadores de tanta capacidade. É a minha proposta no Santos e no Brasil, com equipes boas em transição. Torneio é de alto nível. O que eu vejo é muita dificuldade e competitividade, muita viagem, sequência, descanso tem que ser bem coordenado.