Salão de Xangai 2019: maior feira de carros do mundo terá modelo da Xiaomi, novo Prisma e SUV da Tesla
Salão de Xangai 2019

Salão de Xangai 2019: maior feira de carros do mundo terá modelo da Xiaomi, novo Prisma e SUV da Tesla

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A China é o maior mercado automotivo do mundo. Em 2018, foram vendidos 28 milhões de veículos novos. Como comparação, o Brasil emplacou, no mesmo período, cerca de 2,5 milhões de unidades – 11 vezes menos.

Considerando o tamanho do mercado, não causa estranheza o país sediar o maior evento de veículos do mundo – o Salão de Xangai.

Entre os dias 18 e 25 de abril, estarão expostos em uma área de 360 mil m² (quase 4 vezes mais do que o Salão de São Paulo), mais de 1.400 veículos, divididos em 13 pavilhões. Na última edição, mais de 1 milhão de visitantes apreciaram o evento.

O G1 está em Xangai, e mostra as principais novidades do salão, incluindo modelos importantes para o Brasil. Confira abaixo uma lista dos carros que devem ser destaques no evento.

Chevrolet Prisma

Este deve ser o modelo mais relevante para o Brasil a ser visto em Xangai. A nova geração do Prisma é chamada de Onix na China. Por aqui, ainda não há confirmação de que a nomenclatura será essa.

Por enquanto, a Chevrolet afirmou que ele irá conviver com o Prisma atual. O novo sedã será bem maior e mais refinado, e terá motor turbo. O visual do modelo brasileiro será bem parecido com o carro chinês.

Chevrolet Tracker

A nova geração do Tracker deve ser o maior lançamento da Chevrolet no salão. Ele é mais um modelo da nova família de veículos globais da GM – sua plataforma também foi desenvolvida em parceria com a fabricante local Saic.

O novo Tracker, inclusive, já roda em testes pelo Brasil.

Volkswagen Tarek

O Tarek é um dos 20 novos carros que a Volkswagen lançará no Brasil até o ano que vem. Ele chega com uma grande responsabilidade. Caberá ao SUV médio encarar o Jeep Compass, o utilitário esportivo mais vendido do país em 2018.

Sua produção será na Argentina e a chegada ao Brasil pode atrasar. Na China, ele não é mais um lançamento – o modelo já é vendido normalmente pela fabricante.

Renault Kwid elétrico

Apresentada na véspera do Salão de Paris como conceito, a versão elétrica do subcompacto irá estrear na feira chinesa. Oficialmente, vai se chamar City K-ZE, e terá autonomia de 300 km.

O mercado chinês será o primeiro a receber o modelo, mas a Renault já disse que ele será um veículo global. Inclusive pode acabar chegando ao Brasil, como disseram executivos da empresa no último Salão de São Paulo.

Carro da Xiaomi

O nome oficial é Bestune T77, mas o SUV médio ficou conhecido como “o carro da Xiaomi”, ainda que o desenvolvimento tenha sido da FAW.

De qualquer forma, o T77 será uma das atrações de Xangai. Nem tanto pelo seu design (um tanto genérico) ou conjunto mecânico (1.2 turbo de 143 cv), mas sim pela oferta de tecnologias e preço competitivo.

Sua versão mais cara vai custar o equivalente a R$ 78 mil. O grande “charme” é um holograma no topo do painel, que funciona com inteligência artificial.

Tesla Model Y

Mais recente novidade da Tesla, o Model Y deve fazer sua primeira aparição na China. O mercado é tão importante para a empresa de Elon Musk, que a fabricante está construindo uma fábrica nas proximidades de Xangai.

O Model Y é o segundo SUV da marca. Ele ficará abaixo do Model X, e custará, nos Estados Unidos, a partir de US$ 39 mil.

A configuração mais cara é equipada com dois motores, e consequente tração integral, e promete autonomia de 450 km, aceleração de 0 a 96 km/h em 3,5 segundos e velocidade máxima acima de 241 km/h.

Volkswagen ID Roomzz

O ID Roomzz é mais um membro da família de conceitos elétricos da Volkswagen. Desta vez, a fabricante vai mostrar um SUV grande, que, em sua versão final, irá concorrer com os modelos da Tesla.

Mercedes GLB

É fácil desvendar o posicionamento do GLB. Ele será posicionado logo acima do GLA, mas abaixo do GLC, obviamente. Mais do que isso, o novo SUV deve ser a melhor cartada da Mercedes para concorrer em um disputado segmento. Isso porque o GLA é pequeno demais para brigar com Audi Q3 e BMW X1.