Líder da autoproclamada República Popular de Donetsk, Denis Pushilin, durante entrevista coletiva em Donetsk
© REUTERS/Alexander Ermochenko/Direitos reservados
Internacional

Rússia precisa de mais de uma semana para tomar Mariupol, diz líder

Cidade ucraniana está sitiada


Publicado em 21 de Março de 2022 às 08:56 Por *Reuters - Kiev (Ver Fonte)

Um líder separatista apoiado pela Rússia no Leste da Ucrânia disse, nesta segunda-feira (21), que levará mais de uma semana para as forças russas assumirem o controle da cidade portuária ucraniana de Mariupol, que está sitiada pelos russos. A informação foi divulgada pela agência de notícias russa Interfax.

"Não estou tão otimista que em dois ou três dias ou mesmo uma semana fechem o assunto. Infelizmente, não, a cidade é grande", disse Denis Pushilin, chefe da chamada República Popular de Donetsk, de acordo com relato da agência.

Mariupol, um porto no mar de Azov, era o lar de 400 mil pessoas antes da guerra. Tem estado sob cerco e bombardeio, sem comida, medicamentos, abastecimento de energia ou água potável, desde os primeiros dias da invasão da Rússia, em 24 de fevereiro.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.