Processador Ryzen 7 2700U para notebook é bom? Veja ficha técnica e preço
Placas

Processador Ryzen 7 2700U para notebook é bom? Veja ficha técnica e preço

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Ryzen 7 2700U é um processador da AMD para notebooks que concorre com os chips Core i7 de oitava geração da Intel. Trazendo suporte a overclock e boas especificações técnicas, a CPU é uma versão portátil do Ryzen 7 2700X, exclusivo para desktop. O modelo oferece inteligência artificial que promete melhorar o desempenho e também conta com placa de vídeo integrada Radeon RX Vega 10.

LEIA: Notebooks com processador poderoso e preço mais baixo são sucesso; veja modelos

Além disso, o 2700U promete bom desempenho com seus quatro núcleos de processamento. No Brasil, o processador é encontrado nos laptops Ideapad 330s, da Lenovo, e no Envy x360, da HP. Quer saber se o chip da AMD é bom para você? Veja a seguir mais detalhes a respeito do modelo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Ficha técnica:

  • Lançamento: outubro de 2017
  • Clock: 2,2 GHz (Base), 3,8 GHz (Turbo)
  • Núcleos: 4
  • Threads: 8
  • Cache: 4 MB (em L3)
  • Gráficos: RX Vega 10 Graphics
  • TDP: 15 Watts

Especificações e desempenho

No desempenho, o Ryzen 7 2700U deve dar conta do recado. O processador conta com quatro núcleos e oito threads – as chamadas linhas de execução simultânea –, número quase padrão entre processadores para notebook. Além disso, o clock base do chip é de 2,2 GHz, podendo ser aumentado para até 3,8 GHz com o turbo proposto pela AMD, o que faz o 2700U ter certa vantagem contra seus concorrentes da Intel.

Em relação à memória cache, o Ryzen armazena até 4 MB. A cache é instalada no processador e guarda dados utilizados de forma recorrente pelo processador. Esse é um aspecto bastante relevante para a performance geral do chipset, já que diminui o tempo que a CPU leva para buscar novas informações e instruções a serem processadas.

Outro ponto importante do modelo é a RX Vega 10. A placa de vídeo integrada promete ser superior a grande parte das soluções gráficas encontradas atualmente. Porém, vale lembrar que a Vega 10 não é recomendada para jogos pesados, justamente por ser onboard.

Recursos

A AMD oferece uma série de recursos integrados ao Ryzen 7 que prometem melhorar a experiência do usuário. Entre eles está a tecnologia Radeon FreeSync: de acordo com a empresa, a tecnologia elimina as engasgadas da tela e proporciona maior fluidez durante a exibição de imagens.

Outro recurso que a AMD oferece é a SenseMI, que utiliza inteligência artificial para acelerar o desempenho do notebook. Além disso, o Ryzen 7 é compatível com DirectX 12.

Consumo

O consumo de energia dos processadores é um ponto importante a ser analisado. Segundo a AMD, o 2700U tem TDP de 15 Watts, número que o coloca bem abaixo do teto de processadores mais poderosos à venda na atualidade. A TDP se refere à quantidade de energia que um processador libera na forma de calor. Esse número dá uma ideia do consumo e do nível de robustez que o sistema de refrigeração precisa para evitar que a CPU esquente demais.

O número baixo favorece o uso do processador em laptops mais compactos, além de diminuir a possibilidade de problemas relacionados ao consumo energético em notebooks. A nível de comparação, a nona geração dos processadores Intel Core possui alguns modelos que apresentam TDP de 45 Watts.

Placa-mãe

Na placa-mãe, o processador da AMD segue o padrão da maioria dos computadores usados atualmente, oferecendo slot em PCI Express 3.0. Esse slot é muito utilizado por conta da rápida taxa de transmissão que oferece. A tecnologia PCI Express utiliza um sistema de comunicação em série de alta velocidade. Esse sistema já provou ser muito mais rápida e eficiente que a paralela, que está sujeita a muitas interferências, atrasos e perdas de bits. Exemplos de outros padrões que fazem a comunicação em série é o USB e o SATA.

Concorrentes

Os grandes concorrentes no setor são os processadores Core i7 de oitava e nona gerações da Intel. Os sistemas das duas empresas tendem a ser parecidos na questão do desempenho, e a escolha entre um e outro depende muito do cliente. As principais diferenças ficam por conta da solução gráfica integrada, que promete ser mais interessante no modelo da AMD, além do recurso de duplicar as linhas de execução (SMT ou Hyperthreading, no caso da Intel), que nem sempre está presente em chips Intel.

Modelos no Brasil

O Ryzen 7 2700U pode ser encontrado em dois modelos à venda no Brasil: o Ideapad 330s, da Lenovo, e o Envy x360, da HP. Os laptops apresentam diversas variações na questão de memória RAM e armazenamento, além de apresentarem preços bastante distintos. De acordo com o Compare TechTudo o Ideapad é vendido por a partir de R$ 3.399. Já o notebook da HP é encontrado por pelo menos R$ 8.100.

Qual o melhor processador atualmente? Saiba no Fórum do TechTudo