Padre Fábio de Melo fala sobre pausa nos shows: 'Nenhuma decisão é definitiva'
Altas Horas

Padre Fábio de Melo fala sobre pausa nos shows: 'Nenhuma decisão é definitiva'

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

Padre Fábio de Melo anunciou que vai dar uma pausa na sua carreira musical. O religioso vai cumprir a agenda de shows até o final do ano, a última apresentação está marcada para o dia 14 de dezembro, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Nos bastidores do Altas Horas, ele explicou que os deslocamentos pelas estradas Brasil afora têm o deixado bastante cansado. Apesar disso, o Padre afirmou que a decisão de encerrar as performances pode não ser permanente.

"Nenhuma decisão é definitiva, é sempre bom a gente ter o direito de escolher. A estrada se tornou muito pesada pra mim, a música não, mas a estrada sim. Não tenho como fazer a música sem a estrada. A pausa pra mim nesse momento é importante."

Padre Fábio de Melo fala de 'férias' da rede social e faz relato sobre a fama: 'Faz esquecer quem somos'

Padre Fábio também falou que estuda algumas alternativas de continuar cantando sem precisar fazer longas viagens até o local do show.

"A gente está pensando na possibilidade de não encerrar completamente, mas de fazer logística em que eu não precise me deslocar tanto."

Mesmo tomando a decisão de parar com os shows por causa da sua saúde, o religioso sabe o quanto a música é importante no seu dia a dia e na vida de seu público: "Acredito muito no trabalho que a música faz em mim e em como ela repercute na vida das pessoas. Fiquei muito surpreso desde o momento que dissemos que não continuaríamos e que tivemos pessoas já com nostalgia."

Parcerias musicais

Desde que começou a cantar e gravar CDs, Padre Fábio de Melo fez diversas parcerias musicais e é muito agradecido por ter tido esses encontros na sua vida.

"Tive participações muito especiais. Acho que a grande porta que se abriu pra mim foi quando fui convidado pelo Roupa Nova para participar do projeto 30 anos deles. Cresci ouvindo Roupa Nova. A turnê que fiz com o Milton Nascimento. Um CD que gravei há quatro anos em que tive as luxuosas participações de Nana Caymmi, Fagner, Elba Ramalho, Alcione, Zeca Pagodinho, Fafá de Belém e Nina Jô", relembrou.