Os ''vovôs'' do Vovô: Botafogo e Fluminense se enfrentam liderados por jogadores rodados
brasileirão série a

Os ''vovôs'' do Vovô: Botafogo e Fluminense se enfrentam liderados por jogadores rodados

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

Botafogo e Fluminense se enfrentam neste domingo, às 16h (de Brasília), no Nilton Santos, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro. E o Clássico Vovô, conhecido assim por ser um dos mais antigos do país, terá de fato alguns ''vovôs'' em campo. Tanto pela idade quanto pela longa rodagem na carreira. Três deles já defenderam mais de dez clubes diferentes.

+ Dias de fúria x dias de paz: Bota e Flu invertem papéis às vésperas de clássico

Os três, por exemplo, já vestiram a camisa do Fluminense. Mas dois deles hoje são alvinegros: Diego Souza e Cícero. Enquanto o atacante de 34 anos é profissional desde 2003 (começou a carreira justamente no Tricolor) e defendeu 13 equipes na carreira, o volante não fica atrás: jogou em 11 times diferentes de 2004 até hoje.

???????? Os ''vovôs'' do Clássico Vovô ????????

  • Nenê, 38 anos - 14 clubes desde 1999
  • Cícero, 35 anos - 11 clubes desde 2004
  • Diego Souza, 34 anos - 13 clubes desde 2003

O mais veterano dos dois elencos é Nenê, com 38 anos. No currículo, dez anos de Europa (é o terceiro brasileiro com mais gols pelo PSG) e outros três no futebol árabe. De volta ao Brasil desde 2015, tem mostrado vigor de garoto e conta que sua passagem pelo futebol europeu ajudou a prolongar a carreira. Com a camisa tricolor, disputou 12 jogos e marcou dois gols desde sua chegada no segundo semestre.

- Só a idade que é de vovô. Mas a cabeça e a carcacinha ainda são jovens. Meu tempo na Europa prolongou muito a minha carreira também. São bem menos jogos, desgaste é muito menor, a estrutura é diferenciada. Isso já me ajudou, eu sempre me cuidei, sempre gostei de dormir bastante - contou Nenê, em coletiva esta semana, no Fluminense.

Além da rodagem, o trio tem seu papel natural de liderança em campo. No Fluminense, Nenê ainda divide o posto com Ganso, um dos capitães da equipe. Se a idade (29 anos) ainda lhe deixa distante do posto de ''vovô'' do time, o camisa 10 compensa com qualidade e experiência.

No quesito titulares acima dos 30 anos, vantagem para o Botafogo. O lateral Gilson, o zagueiro Carli e o goleiro Gatito Fernández fazem companhia a Diego Souza e Cícero. No Flu, Muriel e Digão completam a trinca com Nenê.