Foto: Felipe Werneck/Ibama

Foto: Felipe Werneck/Ibama/Foto: Felipe Werneck/Ibama

Meio-ambiente

Nova espécie de macaco foi descoberta na Amazônia

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

A descoberta foi publicada recentemente em forma de artigo na revista Primate Conservation, um dos principais periódicos de pesquisas sobre conservação de primatas do mundo.

O texto é de autoria de Almério Câmara Gusmão, pesquisador da Universidade do Estado de Mato Grosso. Além dele, o estudo contou com a contribuição de 15 pesquisadores de 9 instituições nacionais e estrangeiras.

O cientista explica que o macaco é da espécie Plecturocebus. As primeiras populações da espécie foram encontradas em 2011 nos municípios rondonienses de Pimenta Bueno e Vilhena.

Ele conta que o que mais chamou a atenção dos pesquisadores foram as cores do animal, que são muito diferentes da pelagem branca típica do Plecturocebus ja conhecidos. Durante o processo de investigação, foram mais de 50 variáveis investigadas.

Gusmão ainda explica que o macaco zogue-zogue corre risco de extinção porque a espécie vive em áreas com altos índices de desmatamento.

Agora, os pesquisadores esperam que a espécie Plecturocebus Parecis seja incluída na lista de animais quase ameaçados de extinção da União Internacional para a Conservação da Natureza.

A organização reúne dados com graus de ameaça das espécies no mundo e elabora planos para manter a conservação dos bichos.

Ouça o Repórter Nacional - Amazônia desta sexta-feira (24) 7h30: