Nissan Versa fica mais sofisticado e tecnológico para brigar com Virtus e Prisma
Auto Esporte

Nissan Versa fica mais sofisticado e tecnológico para brigar com Virtus e Prisma

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A Nissan apresentou a nova geração do Versa. Conforme adiantado ao G1 pelo presidente da marca no Brasil, Marco Silva, o sedã ficou mais sofisticado. Mesmo ainda sem confirmação oficial, o modelo brasileiro deverá seguir o americano e poderá chegar por aqui a partir de 2020.

Os principais alvos do novo Versa são óbvios: Fiat Cronos, Toyota Yaris, Honda City, Volkswagen Virtus, além do Hyundai HB20S (que chega reestilizado ainda este ano) e a nova geração do Chevrolet Prisma, que também estreia em 2019.

De olho na concorrência, o japonês deixou no passado o visual polêmico e a aparência simplista. Agora, ele aposta em traços mais emocionais, que o aproxima dos modelos mais caros da marca.

A dianteira tem faróis afilados e espichados em direção às laterais e destaca a grade com desenho o tradicional desenho em "V" da Nissan. A traseira tem muitas semelhanças com o sedã grande Altima, especialmente na aparência das lanternas. As laterais são marcadas por vincos ascendentes.

Já o interior parece ter sido transplantado do Kicks: volante, central multimídia, saídas de ar, comandos do ar-condicionado e o quadro de instrumentos, com uma parte digital, são idênticos aos do SUV. Mudam, por questões de proporções, a porção central (em couro) e a superior do painel.

Nos Estados Unidos, o Versa poderá ser equipado com detecção de pedestres, frenagem de emergência, frenagem automática traseira, alerta de tráfego cruzado, alerta para mudanças involuntárias de faixa, monitoramento de pontos cegos, piloto automático adaptativo e faróis altos automáticos.

A central multimídia, apesar do formato já conhecido, finalmente passa a ter conectividade com Android Auto e Apple CarPlay.

Feito sobre a plataforma do Kicks, o sedã americano terá motor 1.6 de 122 cavalos de potência e opções de câmbio manual de 5 marchas ou automático CVT.

Em nota, a marca diz que "no momento, a Nissan não tem nenhum anúncio sobre novos produtos na América Latina", apontando para seu foco no novo Leaf.