carteira de trabalho
© Agência Brasília
Economia

Mutirão de empregos de sindicatos em São Paulo oferece 12 mil vagas

Ação conhecida por provocar longas filas terá segunda edição online


Publicado em 30 de Agosto de 2021 às 18:23 Por Camila Maciel – Repórter da Agência Brasil - São Paulo (Ver Fonte)

Começa hoje (30) e segue até sábado (4/9), a sexta edição do Mutirão de Empregos em São Paulo, promovido pelo Sindicato dos Comerciários de São Paulo e a União Geral dos Trabalhadores (UGT). A ação, que é conhecida por provocar longas filas no Vale do Anhangabaú, centro da capital, terá sua segunda edição on-line. No ano passado, foram cerca de 300 mil cadastros para 8 mil vagas, de acordo com a central de trabalhadores.

O sindicato aponta que 45 empresas parceiras devem oferecer vagas no mutirão e cerca de 12 mil propostas estarão disponíveis nas áreas de comércio, serviços e indústria. A inscrição é feita no site. O cadastro solicitado é equivalente ao preenchimento de um currículo, incluindo, além dos dados pessoais, informações sobre escolaridade, cursos, habilidades, experiências e dados para contato.

Em nota, o presidente da UGT e do sindicato dos Comerciários, Ricardo Patah, explicou que o objetivo é diminuir as barreiras entre candidatos e a área de recursos humanos das empresas. A estimativa das entidades é de que, com as atuais taxas de desemprego, o número de candidatos siga crescendo.

Os sindicatos de Asseio e Conservação (Siemaco) e dos Padeiros também participam da ação.

Números

A taxa de desemprego no país ficou em 14,6% no trimestre encerrado em maio deste ano, segundo dados divulgados no final de julho pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No estado de São Paulo, a taxa de desemprego também está em 14,6%, conforme análise divulgada em junho pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), com dados do IBGE.

Edição: Denise Griesinger