Mundial de FIFA: cinco curiosidades sobre o campeonato do jogo de futebol
Campeonatos

Mundial de FIFA: cinco curiosidades sobre o campeonato do jogo de futebol

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Mundial de FIFA, simulador de futebol desenvolvido pela EA Sports, já tem 15 anos de história e é um dos torneios mais antigos do cenário competitivo. O campeonato que premia o melhor atleta da franquia surgiu em 2004 com o nome de FIFA Interactive World Cup (FIWC). De lá pra cá, o circuito sofreu diversas mudanças estruturais, ficou mais profissional e atualmente se chama FIFA eWorld Cup. A final da edição deste ano, do FIFA 19, será disputada entre os dias 2 e 4 de agosto, em Londres, na Inglaterra. Veja, a seguir, cinco curiosidades sobre o evento.

FIFA 19: veja cinco curiosidades da temporada competitiva do jogo

Pioneirismo brasileiro

Talvez muitos não saibam, mas o primeiro campeão mundial da história da franquia foi brasileiro. Thiago Carriço subiu ao lugar mais alto do pódio em 2004, quando derrotou Matija Biljeskovic na grande final por 2-1. Os jogos aconteceram em Zurique, na Suíça, sede da Federação Internacional de Futebol (FIFA). O pro player abandonou o cenário competitivo pouco tempo depois.

Mais vitoriosos

Bruce "Spank" Grannec (2009 e 2013) e Alfonso "Herzex" Ramos (2008 e 2012) são os maiores vencedores do Mundial. Cada atleta conquistou o título em duas oportunidades. O francês, inclusive, é o pro player de FIFA mais bem-sucedido de todos os tempos. Além dos troféus, ele ainda alcançou um vice-campeonato e quatro semifinais no total. Em 2015, Grannec anunciou a sua aposentadoria dos games.

Ao contrário do rival, o espanhol não abandonou o mundo dos campeonatos. Alfonso é atualmente atleta da equipe Vodafone Giants. Experiente no cenário, ele também é técnico da seleção espanhola de FIFA 19, tendo auxiliado a dupla ''Zidane 10'' e ''XEXU'' na primeira edição da eNations Cup. O evento foi disputado em abril e vencido pela França.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Mais participações

Alfonso detém outro recorde histórico: maior número de participações em Mundiais. O jogador espanhol e o dinamarquês August ''Agge'' Rosenmeier são os pro players que mais disputaram o torneio na história (6 vezes). Agge, a propósito, pode ultrapassar a marca em 2019. O atleta da North disputará os Playoffs do PlayStation 4 neste fim de semana em Berlim, na Alemanha.

Caso se classifique para a final, ''The Great Dane'' estará no Mundial pela sétima vez. O craque da Dinamarca, que começou a sua carreira profissional em 2012, já foi campeão do torneio mais importante de FIFA em 2014. Naquela ocasião, Agge derrotou o inglês David Bytheway por 3-1 na grande final.

Mais jovem

Francisco ''Quinzas'' Cruz foi o jogador mais jovem a levantar a taça do Mundial. O atleta português faturou o título em 2011 com apenas 16 anos de idade, quando superou o colombiano Javier Muñoz por 4-1 na decisão. Naquela ocasião, o europeu sagrou-se campeão de forma invicta e, de quebra, ganhou a oportunidade de conhecer o seu ídolo do futebol: Lionel Messi. Após vencer o campeonato, Quinzas permaneceu algum tempo fora dos holofotes, só voltando a disputar uma final mundial em 2017.

FIFA ou PES, qual é o melhor jogo de futebol? Dê sua opinião no Fórum TechTudo

Europa no topo

Com dez títulos, a Europa é o continente que mais conquistou Mundiais na história. Além de Francisco Cruz, August Rosenmeier, Bruce Grannec e Alfonso Ramos, também estão no hall da fama os ingleses Chris ''ChrisyB'' Bullard (2005) e Spencer "Gorilla" Ealing (2017), o holandês Andries "Driesje" Smit (2006) e o dinamarquês Mohamad "Al-Bacha" (2016).

O segundo continente no ranking é a Ásia, com os dois troféus vencidos pelos sauditas Abdulaziz “A8drAfwz” Alshehri (2015) e, mais recentemente, Mosaad "MsDossary" Aldossary (2018). Completam a lista o norte-americano Nenad Stojkovic (2010) e o brasileiro Thiago Carriço (2004).

Via FIFA e Liquipedia

Ansioso para o FIFA 20? Confira o teste do jogo: