Logo da Olimpíada de Inverno Pequim 2022 - símbolo, marca - Beijing
© REUTERS/Thomas Peter/Direitos Reservados
Esportes

Japão não enviará delegação governamental aos Jogos de Inverno

Evento esportivo será realizado em fevereiro de 2022


Publicado em 24 de Dezembro de 2021 às 15:05 Por Daniel Leussink e Kantaro Komiya - Tóquio (Japão) (Ver Fonte)

O Japão não enviará uma delegação governamental aos Jogos Olímpicos de Inverno em Pequim, em fevereiro, anunciou o governo japonês nesta sexta-feira (24), uma medida que deve aprofundar as tensões com a China.

A decisão segue o boicote diplomático liderado pelos EUA aos Jogos por conta de preocupações com os direitos humanos na China, embora o Japão tenha evitado classificar explicitamente sua medida como tal.

O Japão, apesar de ser um parceiro dos Estados Unidos, também tem laços econômicos fortes com a China.

Tóquio não enviará uma delegação governamental aos Jogos Olímpicos de 2022, mas, em vez disso, enviará algumas autoridades com ligações diretas às Olimpíadas, afirmou o secretário-chefe de Gabinete, Hirokazu Matsuno, em um pronunciamento à imprensa.

Entre as autoridades estão Seiko Hashimoto, diretora do comitê organizador dos Jogos de Tóquio 2020, assim como diretores de comitês Olímpicos e Paralímpicos.

“O Japão acredita que é importante para a China garantir liberdade, respeito por direitos humanos básicos e ao Estado de Direito, valores universais da comunidade internacional”, afirmou Matsuno.

Em Pequim, Zhao Lijian, um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, disse em uma entrevista coletiva de rotina que a China saúda a vinda de representantes olímpicos e dos atletas do Japão. A China não enviou uma delegação governamental aos Jogos Olímpicos de Verão de Tóquio neste ano, mas somente uma delegação esportiva, comandada pelo chefe do bureau esportivo do país.