Grupo Positivo assina compromisso de venda de sistema de ensino para a Arco Educação por R$ 1,65 bilhão
Paraná

Grupo Positivo assina compromisso de venda de sistema de ensino para a Arco Educação por R$ 1,65 bilhão

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Grupo Positivo acertou na terça-feira (7) a venda do seu sistema de ensino para o grupo brasileiro Arco Educação, pelo valor de R$ 1,65 bilhão. O Sistema Positivo de Ensino (SPE) possui 650 mil alunos e 3 mil escolas conveniadas.

Apesar de englobar o sistema de ensino e parte da Editora Positivo, ficaram de fora da transação o sistema de ensino Aprende Brasil, instituições próprias de ensino básico ou superior do Positivo, assim como as demais empresas ou áreas do grupo.

A transação ainda tem que ser aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), o que deve ocorrer em até seis meses, mas os conselhos administrativos dos grupos já fecharam o acordo. Até a aprovação, a propriedade e gestão permanecem com o Grupo Positivo.

De acordo com o vice-presidente do Grupo Positivo Lucas Guimarães, a justificativa é reduzir as áreas de atuação, de tal forma que possam ter mais foco nas próprias atividades. Além disso, dar sustentabilidade aos negócios compreendidos no acordo.

“Estamos confiantes que a Arco possui o mesmo propósito e continuará a promover educação de qualidade para os milhares de alunos do Positivo no futuro”, comentou Guimarães.

A Arco

A Arco Educação foi fundada em 2006 e atende a 499 mil alunos com suas marcas. Segundo a empresa, ela foi a companhia brasileira a abrir seu capital na Nasdaq, nos Estados Unidos.

O Grupo Positivo

O Positivo nasceu em 1972 com um grupo de professores. Com o decorrer do tempo, a partir da gráfica e do curso preparatório para o vestibular, foram criadas as Escolas, uma editora, a Universidade Positivo, a Positivo Informática, além da atuação na área de tecnologia educacional.

Atualmente, a marca Positivo está presente em mais de 40 países .

Veja mais notícias do estado em G1 Paraná.