Glamour Garcia relembra quadros de depressão: 'O que me trouxe à vida foi o teatro'
Encontro com Fátima Bernardes

Glamour Garcia relembra quadros de depressão: 'O que me trouxe à vida foi o teatro'

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O Encontro com Fátima Bernardes desta terça-feira, 10/9, destacou a importância do dia de hoje: o Dia Mundial da Prevenção ao Suicídio. No programa, a apresentadora recebeu Luiza Possi e os atores Pedro Carvalho e Glamour Garcia, da novela A Dona do Pedaço. Juntos, eles ouviram histórias dos convidados da plateia e também falaram de situações difíceis que já passaram.

Glamour Garcia, que interpreta uma mulher transexual em horário nobre, Britney, destacou que os transexuais acabam sofrendo com a depressão.

"A gente vive numa sociedade que fica na superfície de tudo. E esse superficial acaba atrapalhando a gente a se aprofundar nos nossos sentimentos. Pensar em depressão, falando de pessoas trans, por exemplo, é um quadro muito abrangente. Muitas pessoas trans desenvolvem depressão pela perseguição sistemática", opinou a atriz.

+ LEIA TAMBÉM: Glamour Garcia sonha com a maternidade: 'Morro de vontade de ser mãe'

Glamour Garcia disse que também já teve quadros depressivos e contou como conseguiu superar a situação e dar a volta por cima:

"Sofri, sim, bastante. Mas a minha personalidade e a criação dos meus pais fizeram com que eu perseverasse. A gente tem que lembrar que bullying é um conjunto de ações que acabam culminando em violências sistemáticas. São violências verbais e físicas que trazem um retrocesso pessoal, é um processo de todas as perdas: da sua cidadania, autoconfiança, capacidade. Em muitos momentos, me senti completamente perdida, ausente de tudo isso. Autoestima zero."

De acordo com a atriz, o teatro foi responsável por abrir seus olhos para um novo caminho.

"O que me trouxe à vida mesmo foi o teatro. Sempre tive quadros de depressão em muitos momentos por isso: pelo bullying, pela perseguição sistemática, as muitas agressões que infelizmente aconteceram. O teatro foi uma possibilidade de não só me desenvolver, mas de ter amor, ter anseio, de estudar, me entregar à vida", explicou Glamour Garcia.

Lembre-se que você não está sozinho. Veja abaixo como buscar apoio emocional e prevenção.

O Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, e-mail e chat 24 horas todos os dias. Se estiver passando por algum problema relacionado à depressão, DISQUE 188 e busque ajuda.