Fim da NET: Claro absorve marca de TV por assinatura e banda larga
Telefonia

Fim da NET: Claro absorve marca de TV por assinatura e banda larga

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A Claro anunciou nesta quinta-feira (11) o fim da marca NET. A partir de agora, todos os serviços pelos quais a empresa é conhecida, como TV por assinatura e banda larga residencial, passam a fazer parte do pacote de ofertas da própria Claro. As companhias fazem parte do mesmo grupo econômico, que também conta com os serviços da Embratel com foco maior em clientes corporativos.

Por meio de nota, a Claro explica que “a NET deixa de ser uma marca com atuação independente”. Os planos “permanecem os mesmos”, de acordo com a empresa, assim com os canais de atendimento ao cliente. Já as lojas, sites e aplicativos “serão atualizados para facilitar a interação e comunicar a novidade”.

“A consolidação de toda a oferta de serviços na marca Claro é um movimento alinhado às tendências tecnológicas apontadas para o setor”, diz a empresa. A mesma atuação é vista em outros países da América Latina, onde a América Movil emprega somente a marca Claro – ao contrário da espanhola Telefónica, que adota Vivo em território brasileiro e Movistar no restante da região.

Claro e NET fazem parte da mesma empresa desde 2015, fruto de um movimento empresarial da mexicana America Movil. Segundo comunicado, os chamados Combo Multi, com ofertas integrando os serviços das duas companhias, existem desde 2011.

Produtos e serviços voltados a pequenas e médias empresas passam a fazer parte do portfólio da Claro Empresas. “No segmento corporativo, a Embratel segue sendo a marca da Claro dedicada às soluções que incluem aplicações em nuvem, segurança digital, IoT e serviços de TI”.