Felipe Neto registra queixa por ameaças de morte que diz ter sofrido
Rio de Janeiro

Felipe Neto registra queixa por ameaças de morte que diz ter sofrido

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

O youtuber Felipe Neto registrou nesta quinta-feira (19) uma queixa por ameaças de morte que ele diz ter recebido nos últimos dias.

"Protocolamos hoje a notícia-crime na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática referente a ameaças de morte que foram recebidas. Fica a prova para aqueles que duvidaram, mentiram e debocharam, alegando que seria tudo uma invenção", escreveu ele no Twitter, com a foto de um protocolo (veja abaixo).

Segundo a assessoria de imprensa de Felipe Neto, a equipe jurídica foi até a delegacia, que fica na Cidade da Polícia, para registrar a queixa.

Entenda as ameaças a Felipe Neto

Neto diz que as ameaças a ele e a parentes foram feitas após ele ter distribuído gratuitamente 14 mil livros de temática LGBT na Bienal do Livro. O youtuber disse que já retirou a mãe do país por questões de segurança e, na segunda-feira (16), cancelou a apresentação no evento Educação 360 alegando ter sofrido ameaças.

"É estarrecedor que no Brasil, em 2019, um indivíduo seja impossibilitado de se manifestar e lutar contra qualquer tipo de censura e opressão sem ser ameaçado (...) Quero dizer que continuarei lutando, enfrentando o obscurantismo e a opressão, por todos os meios que me cabem, pela defesa do amor e da união até o fim, até onde for possível e até onde minhas forças e meu coração aguentarem", escreveu em um comunicado.