Ônibus, transporte público

Ônibus, transporte público/Manu Dias/ SECOM/ Fotos GOVBA/ Flickr/ CC

Economia

Confira as regras para a Declaração do Imposto de Renda 2020

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Á VENDA: Este portal de notícias pode ser seu. Entre em contato

Este ano a Receita Federal espera receber mais de 32 milhões de declarações do Imposto de Renda da Pessoa Física. Em entrevista ao Revista Brasil, o supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir, detalha as principais mudanças em relação a 2019. 

Ele destaca que estão obrigados a declarar quem teve rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70; quem obteve receita bruta em atividade rural acima de R$ 142.798,50; quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte no valor acima de R$ 40 mil; as pessoas que tiveram ganho de capital; e, ainda, aqueles que tinham patrimônio superior a R$ 300 mil em 31 de dezembro de 2019.

"O prazo final para os empregadores entregarem o comprovante de rendimentos aos funcionários é o último dia útil de fevereiro, dia 28." A partir desta quinta-feira (20), explica Adir, os contribuintes já podem baixar o Programa Gerador da Declaração IRPF 2020 no site da Receita Federal, onde também está disponível um guia de perguntas e respostas, com as principais dúvidas em relação ao Imposto de Renda. As declarações devem ser enviadas no período de 2 de março a 30 de abril.