Câmara cria CPIs para investigar tragédia em Brumadinho e suspeitas no BNDES
Política

Câmara cria CPIs para investigar tragédia em Brumadinho e suspeitas no BNDES

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A Câmara dos Deputados criou duas comissões parlamentares de inquérito (CPIs) nesta quinta-feira (14).

Uma das CPIs será responsável por investigar a tragédia em Brumadinho (MG). Em janeiro, uma barragem da mineradora Vale rompeu na cidade, levando uma enxurrada de lama à região.

Segundo as autoridades locais, cerca de 200 pessoas morreram na tragédia; outras cerca de 100 ainda estão desaparecidas.

A outra CPI será responsável por apurar, conforme o requerimento, supostos "atos ilícitos e irregulares" praticados no Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Com a criação das CPIs, os partidos políticos agora devem indicar quais parlamentares integrarão as comissões.

CPIs têm poder para convocar ministros, colhe depoimentos de autoridades, ouvir suspeitos e testemunhas, realizar audiências públicas fora de Brasília, determinar a prisão em flagrante e requisitar documentos.

CPIs

Saiba detalhes sobre as comissões criadas:

CPI de Brumadinho

A comissão de Brumadinho terá 43 integrantes titulares e 43 suplentes. O grupo terá 120 dias para realizar as investigações.

A criação da CPI foi determinada pelo presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em 8 de fevereiro.

A instalação da CPI é o próximo passo – a data ainda não foi marcada. É na instalação que a comissão elege o presidente, que designa o relator.

CPI do BNDES

A comissão relacionada ao BNDES terá 34 integrantes titulares e 34 suplentes. O grupo também terá 120 dias para realizar as investigações.

Conforme o requerimento de criação da CPI, o objetivo é investigar supostos "atos ilícitos e irregulares" ocorridos no BNDES entre 2003 e 2015, relacionados à "internacionalização de empresas brasileiras".

O pedido de criação da CPI é do deputado Vanderlei Macris (PSDB-SP). A data de instalação também será marcada posteriormente.