'Boy Erased' tem lançamento cancelado no Brasil e fãs lamentam; estúdio cita 'questão comercial'

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Previsto para estrear no Brasil entre janeiro e fevereiro, o filme “Boy erased: Uma verdade anulada“ teve seu lançamento cancelado no Brasil. A Universal Pictures, que faria a distribuição do longa no país, respondeu pelo Twitter um internauta que questionou sobre a estreia:

“Infelizmente esse filme não será mais lançado pela Universal Pictures aqui no Brasil”.

Em comunicado oficial, o estúdio negou que o cancelamento tenha acontecido por censura, como foi citado por alguns internautas.

"Não houve censura alguma. A Universal Pictures não lançará 'Boy Erased' nos cinemas, única e exclusivamente, por uma questão comercial baseada no custo de campanha de lançamento versus estimativa de bilheteria nos cinemas. Acordo com nosso escritório regional", explica.

“Bem-vindos a Marwen”, também previsto para este ano, não será lançado pelo mesmo motivo", continua o comunicado.

Estrelado por Nicole Kidman, Russell Crowe e Lucas Hedges , “Boy Erased” conta a história do jovem Garrard, de 19 anos. Morador de uma pequena cidade conservadora do Arkansas, ele é gay e filho de um pastor da igreja batista. Chega um momento em que ele é confrontado pela família: ou arrisca perder sua família e amigos ou entra num programa de terapia que busca a "cura" da homossexualidade.

O filme é baseado no livro de memórias homônimo escrito por Garrard Conley em 2016, onde o autor conta sua infância em uma família fundamentalista que o matriculou em terapia de conversão. O filme teve sua sua estreia mundial em setembro de 2018 durante o Festival de Cinema de Telluride.

Lucas Hedges foi indicado ao Globo de Ouro 2019 por seu trabalho no longa. Quem levou o prêmio foi Rami Malek, "Bohemian Rhapsody".

Internautas lamentaram a decisão de cancelamento do filme através de suas redes sociais.