A Saudi girl exercises during her training session in the Fight Club gym in Riyadh
© REUTERS/Ahmed Yosri/Diretos Reservados
Internacional

Boxeadoras sauditas treinam para o primeiro campeonato feminino

Torneio é o primeiro no Oriente Médio e começa nesta sexta-feira


Publicado em 09 de Dezembro de 2021 às 15:17 Por Agência Reuters - Riade (Ver Fonte)

Envolvendo os punhos com bandagens e vestindo luvas de boxe, as mulheres da Arábia Saudita se preparam para o primeiro torneio feminino da modalidade já realizado no reino do Oriente Médio. Organizado pela Federação de Boxe da Arábia Saudita, o torneio será disputado sexta-feira (10) e sábado (11).

O proprietário do ginásio Fight Club, Bandar Alewasi, diz que está feliz com o que está acontecendo e com o nível das mulheres. "Graças a Deus, esses torneios são cada vez mais frequentes na Arábia Saudita e também os torneios femininos de artes marciais. No nosso ginásio, temos sete mulheres que participarão do torneio de boxe do reino no próximo fim de semana."

O treinador norte-americano Lee Stark destaca que elevou o nível do treino na academia. "Nós estamos muito empolgados para o torneio que está chegando, e eu acho que as mulheres se sairão muito bem. Gostaríamos de ter um pouco mais de tempo de preparo, mas acho que elas estão muito bem."

Sarah Alshahrani, Boxeadora
Sarah Alshahrani, Boxeadora - Reprodução Reuters TV

Empolgada, a boxeadora Sarah Alshahrani fala sobre a rotina de treinos e diz que melhorou muito depois de se juntar ao Fight Club.

"Tenho praticado boxe por quatro anos, mas praticava com sacos de areia e sacos pesados. Eu melhorei muito depois de me juntar ao Fight Club, onde pude praticar com outras pessoas no ringue, e também por seguir as instruções do treinador Lee. Ele nos ensinou as palavras-chave de segurança, como nos defender, montar uma estratégia e uma armadilha para a pessoa que enfrentamos. Estou muito empolgada para o torneio de boxe, especialmente porque diferentes países participarão. Essa é a nossa chance de provar que as mulheres sauditas são capazes."