Edifício - sede do Banco Central do Brasil no Setor Bancário Norte
© Marcello Casal JrAgência Brasil
Economia

BC estende acordo com Federal Reserve até fim do ano

Contrato especial de swap vigorará por mais três meses


Publicado em 26 de Agosto de 2021 às 20:15 Por Wellton Máximo – Repórter da Agência Brasil - Brasília (Ver Fonte)

O acordo especial entre o Banco Central (BC) e o Federal Reserve, Banco Central norte-americano, que permite aumentar a oferta de dólares em US$ 60 bilhões, vigorará por mais três meses, decidiu há pouco o Conselho Monetário Nacional (CMN). Prevista para acabar no fim de setembro, a linha especial de swap foi estendida até o fim de dezembro.

Em março de 2020, pouco depois de a Organização Mundial de Saúde (OMS) decretar a pandemia de covid-19, o Federal Reserve anunciou um acordo com bancos centrais de diversos países para ampliar a oferta internacional de dólares e fazer frente à demanda maior pela moeda norte-americana. No caso do Brasil, estão disponíveis US$ 60 bilhões, que podem ser sacados se o BC desejar.

“Esta linha não implica condicionalidades de política econômica e amplia os fundos e instrumentos disponíveis para as operações de provisão de liquidez em dólares pelo BC. A linha de liquidez soma-se ao conjunto de instrumentos disponíveis do BC para lidar com a alta volatilidade dos mercados em decorrência da pandemia de covid-19.”, explicou o Banco Central em nota.

Esta é a terceira vez que a linha especial de crédito do Fed é prorrogada. Em agosto, o Conselho Monetário Nacional havia estendido o acordo com o Banco Central norte-americano  até março deste ano. No fim de fevereiro, o acordo foi prorrogado até o fim de setembro.

Edição: Nádia Franco