Azul acelera substituição de aviões de 1ª geração da Embraer
Economia

Azul acelera substituição de aviões de 1ª geração da Embraer

  • Compartilhar
  • Compartilhar
  • Compartilhar

Quer receber notíticas em tempo real? Curta o Notícia Plus

A companhia aérea Azul afirmou nesta quarta-feira (6) que vai adicionar à sua frota neste ano 21 jatos de nova geração, oito a mais que o previsto anteriormente, e retirar 15 jatos mais antigos da fabricante brasileira (E-Jets), 7 a mais que o planejado.

Pelas novas projeções, 6 das novas aeronaves serão da Embraer (E2s) e 15 da Airbus (A320neo family e A330s), elevando a frota total de 123 para 129 aeronaves.

O plano faz parte de esforços da empresa para ampliar as margens, afirmou a Azul em comunicado ao mercado, acrescentando que a nova estratégia permite um aumento da oferta (ASKs) da empresa em 18%, enquanto as partidas devem subir 5%.

Segundo a empresa, até o final de 2019, 40% da capacidade da Azul deve ser oferecida em aeronaves de última geração.